Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

UNESP – Educação Sexual

O Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar, da Faculdade de Ciências Letras (FCLar), Câmpus de Araraquara, oferecerá uma nova linha de pesquisa intitulada Sexualidade, Cultura e Educação Sexual. São 10 vagas de mestrado e 3 de doutorado somente para essa temática. As inscrições vão até sexta-feira (08/04).

Com o novo tema de estudo, a Universidade pretende reunir trabalhos que contribuam para a construção de uma historiografia da educação sexual no Brasil, além de projetos sobre violência sexual, discriminação de gênero e homofobia.

A Unesp é a universidade brasileira com mais grupos de pesquisa na área de Educação Sexual. Seis câmpus têm se destacado na produção de textos, artigos, pesquisas, dissertações e teses: Araraquara, Bauru, Rio Claro, Presidente Prudente, Assis e Marília. Em Araraquara, onde o programa de pós-graduação é oferecido, funciona o Núcleo de Estudos da Sexualidade (Nusex) consolidado há dez anos.

“Outras instituições já lidam com a questão de gênero, mas esta será a primeira pós-graduação a abordar especificamente a sexualidade no ambiente escolar”, afirma um dos orientadores do curso, o pedagogo e psicólogo Paulo Rennes Marçal Ribeiro, pós-doutor na área de Psiquiatria e Saúde Mental e livre-docente em Sexologia.

Para ele ainda há muita resistência à introdução da temática na formação de futuros educadores “Queremos sensibilizar as autoridades e a comunidade acadêmica sobre a importância da educação sexual na formação da Pedagogia e das Licenciaturas.”

Os demais professores que darão orientação nessa linha de pesquisa são: a psicóloga Ana Cláudia Bortolozzi Maia, pós-doutora em Sexualidade Humana; o também psicólogo Ari Fernando Maia, doutor em Psicologia Escolar; a historiadora e doutora em Educação Luci Regina Muzzeti; a pedagoga pós-doutorada em Educação Escolar Sueli Aparecida Itman Monteiro.

Com a inclusão dessa área de estudo, o programa de pós-graduação que existe desde 1997 passa a ter cinco temáticas. As outras quatro são Formação do Professor, Trabalho Docente e Práticas Pedagógicas; Teorias Pedagógicas, Trabalho Educativo e Sociedade; Estudos Históricos, Filosóficos e Antropológicos sobre Escola e Cultura; e Política e Gestão Educacional.

O perfil procurado para o curso é de profissionais da educação que já tenham experiência no tema escolhido e que queiram se aprofundar no assunto por meio da pesquisa científica. As inscrições para qualquer um dos temas devem ser feitas pelo site do programa, que pode ser acessado por este link.

Fonte: UNESP

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário