Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Quanto ganha um técnico em radiologia em São Paulo?

O Técnico em Radiologia é um profissional de nível médio, com formação específica em curso técnico, capacitado a operar e preparar equipamentos radiográficos diversos na área da saúde ou radiologia industrial.

 

O mercado de trabalho para o Técnico em Radiologia está em expansão e esse profissional pode trabalhar em:

  • Hospitais
  • Clínicas
  • Unidades Básicas de Saúde
  • Laboratórios
  • Clínicas e Hospitais Veterinários
  • Aeroportos
  • Indústria

 

Descubra quanto ganha um Técnico em Radiologia em São Paulo, o piso salarial, o salário médio e onde estudar!

 

Piso Salarial do Técnico em Radiologia em São Paulo

O piso salarial do Técnico em Radiologia em São Paulo depende de alguns fatores como: a região onde trabalha, o tipo de empresa, o sindicato ao qual está filiado,  os acordos firmados por esse sindicato, entre outros.

 

Na convenção coletiva firmada entre o Sindicato dos Tecnólogos, Técnicos e Auxiliares em Radiologia do Estado de São Paulo (SINTARESP) e o Sindicato das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo (SINDHOSFIL), temos:

  • Piso Salarial de R$ 1.809 + 40% de insalubridade = R$ 2.532 para jornada de 24 horas semanais.

 

Já no acordo do Sindicato dos Técnicos, Tecnólogos e Auxiliares em Radiologia, Radiodiagnóstico, Radioterapia, Medicina Nuclear, Radiologia Industrial e Diagnóstico por Imagem de Ribeirão Preto e Região (SINTARRAD-RPR) com o Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde, Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas e Demais Estabelecimentos de Saúde de Ribeirão Preto e Região (SINDHORP), o valor é um pouco mais baixo:

 

  • Piso Salarial de R$ 1.515 + 40% de insalubridade = R$ 2.121 para jornada de 24 horas semanais.

 

Além do piso salarial, dependendo do sindicato, o técnico em radiologia pode receber ainda outros benefícios (o valor difere entre os sindicatos), tais como:

  •  Adicional noturno
  •  Hora extra
  • Uniformes fornecidos pelo empregador
  • Auxílio-creche
  • Cesta básica

 

Média Salarial do Técnico em Radiologia em São Paulo

De acordo com a pesquisa salarial do site de empregos Catho, um Técnico em Radiologia no Estado de São Paulo ganha entre R$ 1.356 e R$ 2.142, sendo que média salarial estadual da categoria é de R$ 1.703. Sobre esse valor, podem incidir ainda outros benefícios, como insalubridade, adicional noturno, etc.

 

Concurso Público para Técnico em Radiologia em São Paulo

Os concursos públicos para técnicos em radiologia (nível médio) no Estado de São Paulo são, na maioria, de nível municipal (prefeituras). A remuneração varia bastante entre os concursos, oferecendo salários iniciais de R$ 852 a R$ 1.514.

 

Como é a Carreira do Técnico em Radiologia

A profissão de Técnico em Radiologia é regulamentada desde 1985 e, para exercê-la, é obrigatório ter o ensino médio completo, concluir a formação mínima de nível Técnico em Radiologia e obter o registro profissional junto ao Conselho Regional de Técnicos em Radiologia (CRTR). No caso dos técnicos que atuam no Estado de São Paulo, o registro deve ser feito no CRTR-SP (5a região).

 

De acordo com a Lei 7394/85, o Técnico em Radiologia pode atuar nas seguintes especialidades:

  • Radiodiagnóstico
  • Radioterapia
  • Medicina Nuclear
  • Radiologia Industrial

 

Entre as atividades que o Técnico em Radiologia de nível médio está apto a exercer, citamos:

  • Acompanhar a utilização de meios de contraste radiológicos, observando os princípios de proteção radiológica, avaliando reações adversas e agindo em situações de urgência, sob supervisão profissional pertinente.
  • Apoiar a realização de procedimentos de radioterapia e de medicina nuclear.
  • Preparar o paciente e o ambiente para a realização de exames nos serviços de radiologia e diagnóstico por imagem, como tomografia computadorizada, mamografia, densitometria óssea, hemodinâmica, ultrassonografia, ressonância magnética nuclear, entre outros.
  • Processar filmes radiológicos, preparar soluções químicas e organizar a sala de processamento.
  • Realizar exames radiográficos convencionais.

 

Além de trabalhar na área da saúde, o técnico em radiologia também pode atuar em:

  • Órgãos fiscalizadores: na operação de aparelhos que utilizam radiação para detectar drogas, substâncias perigosas e armas em portos, aeroportos e aduanas.
  • Setor de petróleo e gás: operando equipamentos de radiologia industrial para a perfilagem de poços, entre outras atividades.
  • Indústria Alimentícia: apoiando processos radiológicos utilizados para pasteurização, esterilização e conservação de alimentos.

 

O mercado para o Técnico em Radiologia está em expansão. No Estado de São Paulo, especificamente, o número de vagas está relacionado à quantidade e qualidade de hospitais públicos e privados, laboratórios de diagnóstico, indústria, portos e aeroportos importantes.

 

Investimentos cada vez maiores na medicina diagnóstica, com novos equipamentos e tecnologias, contribuem para o aquecimento do mercado em São Paulo. A futura instalação de uma fábrica de equipamentos radiológicos também sinaliza a possibilidade de novas vagas de emprego para Técnicos em Radiologia

 

 

Onde estudar Radiologia

Para se tornar um Técnico em Radiologia, é obrigatório fazer o curso técnico de nível médio na área. De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, o curso de Técnico em Radiologia deve ter no mínimo 1.200 horas de aulas teóricas e práticas e estágio obrigatório de 400 horas. Em São Paulo, ele é oferecido em escolas técnicas, instituições como o Senac e hospitais (o Albert Einstein é um deles).

 

Para aumentar sua empregabilidade e a possibilidade de ganhar um salário melhor, o Técnico em Radiologia pode seguir seus estudos, fazendo o curso superior de Tecnólogo em Radiologia.

 

Conheça algumas universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem esta graduação em São Paulo:

 

Universidades Privadas:

 

Universidades Públicas:

 

Veja também:

Curso Técnico em Radiologia

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário