Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Pesquisador é premiado

O pesquisador Klaus Reichardt, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, foi premiado pela Ordem Nacional do Mérito Científico, sendo admitido na Classe Comendador, na área de Ciências Agrárias, por sua acentuada contribuição à ciência e à tecnologia. Ele atua na Esalq como orientador do Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia e como pesquisador sênior do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA) da USP.“Fiquei honrado com esse título pois é um reconhecimento pelo que tenho feito durante minha vida toda desde quando entrei na Esalq, em 1964, até 2002, quando me aposentei. Embora aposentado, continuo trabalhando como orientador do programa de pós-graduação em Fitotecnia, onde oriento seis alunos. Fico muito grato pela admissão, é um estímulo para eu ainda continuar fazendo mais”, diz Reichardt.

Instituída em 1993, a Ordem Nacional do Mérito Científico premia personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram por relevantes contribuições à ciência e à tecnologia.

A entrega das insígnias e dos diplomas, referentes à admissão ou promoção, bem como da Medalha, é feita em ato solene presidido pelo presidente da República ou pelo ministro da Ciência e Tecnologia, com data ainda não definida. As insígnias da classe de Comendador se compõem de um conjunto de peças – colar de fita e medalha, miniatura, barreta e botão para lapela.

Klaus Reichardt possui graduação em Engenharia Agronômica pela Esalq (1963), doutorado em Ciência do Solo pela Universidade da Califórnia (1971) e doutorado em Agronomia pela Esalq (1965). Tem experiência na área de Física, atuando principalmente nos temas: água no solo, sonda de neutrons, condutividade hidráulica, balanço hídrico e variabilidade espacial.

Fonte: USP Online

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário