Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Melhores faculdades de Psicologia de SP

O curso de Psicologia

O curso de Psicologia necessita de quatro anos de estudo para que o aluno se forme e esteja pronto para exercer a profissão. O psicólogo estuda o comportamento do ser humano e fenômenos psíquicos através de análises das emoções humanas.

A função do psicólogo é diagnosticar, prevenir e tratar doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. É feita a observação e análise das atitudes, sentimentos e dos mecanismos mentais do paciente para procurar ajudá-lo a identificar as causas de seus problemas e a rever comportamentos inadequados.

O profissional psicólogo atua em consultórios, em hospitais e nas mais variadas instituições de saúde, contribuindo, do ponto de vista psicológico, para a recuperação da saúde das pessoas. Pode atuar também em escolas e instituições, onde colabora na orientação educacional.

Avaliação dos cursos de Psicologia

Os cursos superiores do Brasil passam por três avaliações realizadas pelo Ministério da Educação. Essas avaliações são interligadas e aplicadas no início e no fim do curso para conferir a qualidade de ensino, tanto em instituições públicas quanto privadas. São estes os três tipos de avaliação: ENADE, CPC e CC. As notas variam de 1 a 5 e quanto mais próximo da nota 5, melhor se classifica a universidade.

Classificação dos cursos de Psicologia

Segundo esses critérios de avaliação disponibilizados pelo Ministério da Educação, no estado de SP, existem cinco faculdades com notas boas registradas pelo ENADE, CPC e CC que oferecem o curso de Psicologia.

São elas:

  • Universidade de São Paulo – USP

A Universidade de São Paulo (USP) é uma universidade pública, mantida pelo Estado de São Paulo e ligada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. O talento e dedicação dos docentes, alunos e funcionários têm sido reconhecidos por diferentes rankings mundiais, criados para medir a qualidade das universidades a partir de diversos critérios, principalmente os relacionados à produtividade científica.

  • Pontifícia Universidade Católica – PUCSP

A PUC-SP foi fundada em 1946, a partir da união da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Bento (fundada em 1908) e da Faculdade Paulista de Direito. Agregadas a elas, mas com estruturas administrativas financeiras independentes, estavam outras quatro instituições da Igreja. Tempo da Universidade Católica de São Paulo, cuja missão era formar lideranças católicas e os filhos da elite paulista.

No final dos anos 1960, a PUC-SP começa a desenvolver aquela que seria sua essência: a qualidade acadêmica vinculada à preocupação social. Em 1969, a Universidade criou o primeiro curso organizado de pós-graduação do país. Em 1971, outra proposta acadêmica ousada: o surgimento do Ciclo Básico de Ciências Humanas. Academicamente, a instituição passava a funcionar como uma verdadeira universidade ao valorizar e considerar indissociáveis o ensino, a pesquisa e a extensão.

  • Universidade de Ribeirão – ENAERP

A UNAERP – Universidade de Ribeirão Preto foi a primeira instituição de ensino superior da região de Ribeirão Preto. Fundada em 1º de junho de 1924 como Sociedade Escola de Pharmácia e Odontologia de Ribeirão Preto, por um grupo de idealistas profissionais de saúde, intelectuais e educadores, desde sua implantação tinha como objetivo promover o desenvolvimento social, educacional e cultural da então rica capital do café, hoje principal polo sucroalcooleiro do país. Daquele visionário projeto inicial, a trajetória da UNAERP teve forte expansão a partir do final da década de 1950, quando o professor Electro Bonini (1913 – 2011), assumiu a administração.

  • Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP

Tradicionalmente reconhecida como instituição especializada nas ciências da saúde, a Unifesp é responsável pela formação de recursos humanos qualificados e pelo desenvolvimento da pesquisa científica em saúde. Seu núcleo de origem é a Escola Paulista de Medicina, cuja fundação remonta a 1933 e que se sustentou por meio de recursos privados e subsídios governamentais até a federalização em 1956. Com a promulgação da lei n.º 8.957, em 1994, a EPM transformou-se em universidade federal, mantendo os cursos ministrados nas áreas de Medicina, Enfermagem, Ciências Biológicas (modalidade médica), Fonoaudiologia e Tecnologia Oftálmica – que hoje integra as Tecnologias em Saúde.

O vigoroso crescimento experimentado pela instituição ao longo de décadas refletiu-se tanto na ocupação de mais de uma centena de imóveis no entorno de sua sede, na Vila Clementino (SP), nos quais foram instalados centros de ensino, institutos de pesquisa e ambulatórios, quanto na construção de prédios próprios como os Edifícios de Pesquisa I e II, o Instituto Nacional de Farmacologia e o Hemocentro Regional.

  • Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP

A origem da Unimep está atrelada ao Colégio Piracicabano, fundado em 1881, pela missionária norte-americana Martha Watts. A qualidade, o pioneirismo e o diferencial no ensino deram origem em 1964, aos primeiros cursos de nível superior: economia, administração e ciências contábeis, inicialmente reunidos como Faculdades Integradas. Essa expansão resultou no reconhecimento da Unimep pelo Ministério da Educação, como a primeira universidade metodista da América Latina, em 1975.

Atualmente, a Unimep oferece mais de 40 cursos de graduação (bacharelados, licenciaturas e tecnólogos), além dos cursos de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado) agrupados em oito faculdades. A instituição, que iniciou suas atividades com apenas uma aluna, conta com aproximadamente 11 mil estudantes em seus quatro campi: Taquaral e Centro, ambos localizados em Piracicaba, Santa Bárbara d’Oeste e Lins.

Gostou de conhecer as melhores faculdades que oferecem o curso de Psicologia no estado de São Paulo? Pretende estudar em alguma delas? Conte para a gente nos comentários.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário