Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Medicina na Uninove

 

 

O curso de Medicina da Universidade Nove de Julho (SP), foi denunciado ao Ministério da Educação, devido à problemas de qualidade e está sob medida cautelar de supervisão.  As vagas oferecidas no vestibular da instituição foram reduzidas de 100 para 70.

Desde o início do ano, já foram suspensos pelo MEC o vestibular de quatro instituições, somando 520 vagas, e reduzidas 170 vagas nos processos seletivos das instituições sob medida cautelar em todo o país.

A informação é de que a denúncia tenha sido feita devido ao Ministério, por problemas de infraestrutura no atendimento dos alunos. A instituição estaria aceitando um número de transferências superior ao número de vagas disponíveis, o que estaria provocando uma superlotação das turmas, com perda de qualidade. O conceito 3 obtido pela universidade na avaliação do ministério, fez com que a instituição não entrasse na supervisão inicial.

Até o momento, 17 cursos de medicina estão sob supervisão do MEC. Entre eles, as Federais do Pará, Amazonas e Bahia. No entanto, oito dessas assinaram protocolos de reformulação que não preveem a necessidade de corte de vagas. Em São Paulo, além da UniNove, a Universidade Metropolitana de Santos e a Universidade de Marília tiveram cortes em seus vestibulares.

A instituições têm o prazo até o final do ano para completar as mudanças em corpo docente, estrutura e projeto pedagógico apontadas como necessárias pelo MEC , para então solicitar uma nova visita. Se as alterações não estiverem de acordo, poderá ser aberto um processo administrativo de encerramento.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário