dcsimg
Contato Anuncie


Busca: Buscar

Newsletter

Assine e receba informações atualizadas no seu e-mail:

Cadastrar

Vestibular em

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Página inicial : artigos

Pesquisa inédita sobre o crack

PUC Minas apresenta conclusões da 1ª pesquisa de porte sobre o assunto

O Centro de Pesquisas em Segurança Pública (Cepesp) da PUC Minas apresentou (em 26/08/10), as principais conclusões da pesquisa “A Problemática do Crack na Sociedade Brasileira: o impacto na saúde pública e na segurança pública”. Trata-se do primeiro grande estudo qualitativo do fenômeno do crack no Brasil e seus efeitos sobre os usuários da droga.

Coordenada pelo professor Luis Flávio Sapori [foto], sociólogo, coordenador do Centro de Pesquisas em Segurança Pública (Cepesp) da PUC Minas, o estudo tem financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Pretende trazer uma contribuição relevante para a formulação de políticas públicas na área de segurança e saúde no País.

A pesquisa traz informações que associam o período da disseminação e da consolidação do comércio do crack em Belo Horizonte e região metropolitana com o crescimento da vitimação dos jovens de 15 a 24 anos. O estudo constatou que a entrada da droga na cidade é seguida de uma epidemia de homicídios.

O levantamento apresenta entrevistas com traficantes, usuários de crack em tratamento e gestores de instituições de saúde. Além disso, Foram consultados 671 relatórios finais de inquéritos de homicídios ocorridos em Belo Horizonte, no período de 1993 a 2006, em que relatam o esquema de funcionamento do comércio do crack na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

São traçados os perfis do usuário de crack, a abordagem e os tratamentos possíveis. A pesquisa aponta que, nos últimos quatro anos, há um aumento do consumo entre pessoas de nível socioeconômico e social elevado. Em contrapartida, a equipe responsável pela pesquisa ressalta que esse novo cenário no campo das drogas não recebeu suporte técnico, formação específica, modificação e ampliação do número de pessoal para atendimento.

Veja um resumo da Pesquisa.


(Por: Imprensa PUC Minas – Foto: Marta Carneiro)

Deixe seu comentário:

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Busca de cursos



Busca de faculdades



Quem somos

Contato

Anuncie

Faculdades

Cursos

Agenda

Notícias

Artigos

Dicas

Gabaritos

Resultados

Provas

-

Notícias e Dicas - Vestibular

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas do Vestibular e dicas de estudo: