dcsimg
Contato Anuncie


Busca: Buscar

Newsletter

Assine e receba informações atualizadas no seu e-mail:

Cadastrar

Vestibular em

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Página inicial : artigos

O que os principais cursinhos falam que cai na Fuvest

Nada como estudar para o vestibular com a orientação de quem melhor entende do assunto: os cursinhos!

 

Quando falamos de Fuvest, que é um dos vestibulares mais difíceis do Brasil, essa ajuda é mais do que bem-vinda.

 

Os professores, que conhecem bem a estrutura das provas e o grau de dificuldade das questões, conseguem apontar quais são os assuntos que caem com mais frequência ou podem ser abordados na próxima edição da Fuvest.

 

E é com base nesse conhecimento que nós listaremos para você, a seguir, o que os principais cursinhos do Brasil falam que cai na Fuvest.

 

Confira!

 

 

Assuntos que devem cair na Fuvest

Fomos atrás do que diz cada cursinho a respeito das questões mais frequentes da Fuvest e, com base nas informações que recebemos, montamos uma lista de assuntos que você deve priorizar nos seus estudos a partir de agora.

 

Essa relação serve como um mapa da mina, pois é quase certo que os temas devem aparecer nas próximas edições da Fuvest.

 

Vamos lá:

 

 

Geografia

Os professores do Poliedro dão a dica: a prova de Geografia da Fuvest é bastante detalhista e costuma abordar temas mais técnicos do que críticos (ao contrário do Enem, por exemplo).

 

Eles recomendam dar atenção especial a assuntos como:

Ecossistemas brasileiros

Clima

Bacias hidrográficas

Urbanização

Demografia

 

Já os professores do Maximize recomendam dar foco nos seguintes temas:

Problemas ambientais

Estrutura agrária brasileira

Preservação do meio ambiente

Globalização

Migração

 

Uma dica: não custa ficar de olho nos assuntos mais quentes do momento. Temas envolvendo geopolítica, como guerras, desastres ambientais e a questão dos refugiados podem, sim, aparecer nas provas. A Fuvest tem variado bastante os conteúdos de Geografia nos últimos anos.

 

Língua Portuguesa

Para a prova de Língua Portuguesa, os professores do cursinho Maximize e do Poliedro recomendam estudar:

As três fases do Modernismo

Figuras de linguagem

Interpretação de texto

Análise sintática

Elementos de coesão

Conjugações verbais

Compreensão argumentativa

 

Já o Etapa pede atenção especial à parte de leitura e interpretação de textos. As questões da Fuvest normalmente têm um enunciado claro, mas vão exigir do candidato uma base sólida e grande capacidade de reflexão.

 

Questões de gramática não costumam aparecer muito nas provas.

 

Todos os professores, de todos os cursinhos, são unânimes em um conselho: não deixe de ler todos os livros obrigatórios! E é ler pra valer, do começo ao fim, levando em conta os aspectos históricos, econômicos e sociais da época em que foram escritos ou a que se referem. Também é importante buscar uma correlação entre eles.

 

Ah, os livros obrigatórios são os seguintes:

A cidade e as serras – Eça de Queirós

Claro enigma – Carlos Drummond de Andrade

Iracema – José de Alencar

Mayombe – Pepetela

Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis

Minha vida de menina – Helena Morley

O cortiço – Aluísio Azevedo

Sagarana – João Guimarães Rosa

Vidas secas – Graciliano Ramos

 

 

História

Os professores do cursinho Poliedro dão ideia do formato da prova de História na Fuvest, que se caracteriza por trazer mais questões sobre assuntos mundiais do que brasileiros (ao contrário do que acontece no Enem).

 

Inclua na sua rotina de estudos os seguintes temas:

Antiguidade

Idade Média

Idade Contemporânea

Idade Moderna

Brasil Colônia

Brasil Império

Brasil República

 

Os professores do Maximize concordam, e ainda especificam alguns momentos históricos da lista acima que a Fuvest gosta de abordar:

Grécia e Roma

Iluminismo e Absolutismo

Revolução Francesa

Revolução Industrial

Primeira e Segunda Guerras Mundiais

Revolução Russa

Era Vargas

Ditadura Militar no Brasil

 

O Etapa alerta: a Fuvest também gosta de testar o domínio de conteúdo do candidato. Por isso as questões são menos interpretativas do que as do Enem. É preciso ficar atento aos temas da atualidade e ser capaz de relacionar os acontecimentos de ontem e hoje.

 

 

Matemática

Os professores do cursinho da Poli são bem claros neste ponto: não deixe de estudar Geometria, Trigonometria e Álgebra para a prova de Matemática. É preciso chegar no dia com o conhecimento tinindo nesses três temas.

 

As questões que podem cair na Fuvest são:

Triângulos

Teorema de Pitágoras

Seno e cosseno

Geometria

Porcentagem

Logaritmos

Progressão Aritmética

Progressão Geométrica

Polinômios

Análise combinatória

Números complexos

 

O cursinho Maximize acrescenta outros assuntos à lista:

Funções (1º e 2º graus)

Probabilidade

Juros, matrizes, determinantes

 

Segundo os professores, a Fuvest costuma trazer questões envolvendo funções matemáticas. Geometria Plana e Geometria Espacial são temas previsíveis. É quase certo que uma delas apareça na primeira fase e a outra na segunda.

 

Todo mundo concorda que só vai se dar bem em Matemática na Fuvest quem tiver pleno domínio dos fundamentos da área.

 

 

Física

Maximize e Etapa recomendam ficar de olho nos seguintes temas:

Movimento

Leis de Newton

Trabalho

Conservação de energia

Eletrodinâmica

Óptica

 

É visível que a Fuvest tem apostado em um certo equilíbrio quando se trata de Física. Tem desde questões que trazem uma abordagem mais teórica até aquelas que vão exigir raciocínio e cálculo.

 

O levantamento da Oficina do Estudante mostra que Mecânica, Óptica e Eletricidade são os temas preferidos do concurso. Portanto, pode cair em cima deles sem dó!

 

Biologia

Os professores do Anglo dão a dica: é preciso ter uma boa base para conseguir se dar bem na prova de Biologia. Para isso, leia bastante e resolva questões das provas anteriores. A Fuvest exige um conhecimento mais específico e trata menos de questões atuais do que o Enem.

 

O Poliedro dá a pista do que estudar com mais afinco:

Zoologia

Evolução

Fisiologia Humana

Embriologia e Genética

 

Por fim, o Maximize completa a lista dos assuntos possíveis:

Botânica

Genética

Ecologia

Mitose e meiose

Fisiologia celular

 

Química

O cursinho da Poli orienta que os candidatos estudem muito aqueles conteúdos básicos da Química, especialmente os conceitos mais conhecidos.

 

É preciso ter um cuidado especial com:

Atomística

Interação entre partículas

Cinética química

Eletroquímica

Química Orgânica

 

O Maximize e o Poliedro completam a lista:

Soluções

Entalpia

Equilíbrio químico

Propriedade e classificação das substâncias

Estequiometria

 

A Oficina do Estudante, por sua vez, dá as seguintes sugestões:

Funções inorgânicas

Ligações químicas

Propriedades coligativas

Equilíbrio químico

Termoquímica

 

 

Inglês

Os especialistas dos cursinhos Etapa, Poliedro e Maximize concordam em tudo a respeito da prova de Inglês: são questões que usam, essencialmente, textos jornalísticos atuais e que exigem boa capacidade de leitura e interpretação por parte do candidato.

 

As questões que abordam conhecimento gramatical são super raras – embora possam aparecer eventualmente nas próximas edições.

 

Para se dar bem aqui é preciso ter um bom conhecimento da língua. O segredo é ficar atento às palavras-chave do enunciado. Elas vão guiar o caminho até a resposta correta.

 

Dicas para se dar bem na Fuvest

Agora que você já tem uma boa noção do que cai em cada uma das provas da Fuvest, anote algumas dicas que vão ajudar a turbinar seus estudos:

 

Estude com as provas das edições anteriores da Fuvest. Assim você vai sentir o grau de dificuldade das questões e se familiarizar com o formato. É fácil encontrar os arquivos digitais na internet, inclusive com gabarito.

 

Analise com cuidado as questões que você errar. No YouTube existem diversos vídeos de professores explicando como chegar à resolução de cada uma dessas questões. Isso ajuda a entender onde você está falhando.

 

Leve sempre em conta o contexto histórico, econômico, político e cultural de tudo o que você estudar. Isso ajuda a ampliar seu conhecimento e a se dar bem em provas que exigem maior interpretação de texto, como Português, História e Geografia.

 

Nunca deixe de estudar questões que envolvam leitura e interpretação de gráficos e tabelas. É certeza que elas vão aparecer na próxima edição da Fuvest.

 

Durante os estudos, priorize as disciplinas em que você tem mais dificuldade e, conforme a data do exame for se aproximando, vá mudando a prioridade para os assuntos em que tem média dificuldade. Deixe os últimos dias apenas para revisão.

 

 

Tenha um plano B caso não passe na Fuvest

Não precisa arrancar os cabelos se não rolar a aprovação na Fuvest. Pelo Brasil todo existem diversas faculdades bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) onde você pode estudar com a garantia de fazer um bom curso.

 

Muitas delas, inclusive, oferecem uma maior diversidade de formatos para quem prefere estudar de outras maneiras – a distância ou semipresencial, por exemplo.

 

Confira alguns exemplos de instituições presentes em São Paulo:

 

 

Veja também:

Melhores Universidades Privadas de SP

Como estão os seus estudos para encarar a Fuvest? Conte para a gente nos comentários!

Deixe seu comentário:

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Busca de cursos



Busca de faculdades



Quem somos

Contato

Anuncie

Faculdades

Cursos

Agenda

Notícias

Artigos

Dicas

Gabaritos

Resultados

Provas

-

Notícias e Dicas - Vestibular

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas do Vestibular e dicas de estudo: